COLUNA SEMANAL “EDUCANDO” NO JORNAL REGIONAL “A EVOLUÇÃO”

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: POR QUE PRECISAMOS DEBATER?             Inauguro esta coluna dedicada a temática da Educação, tratando de um assunto muito comentado entre professoras e professores de todo o Brasil. Refiro-me a BNCC, a Base Nacional Comum Curricular, que vem para alterar o currículo escolar e trazer mudanças significativas no trabalho dos educadores. Se o conteúdo da BNCC por si só já alimenta calorosas discussões, é fundamental compreendê-la no âmago das políticas de Educação …

Continue lendo…

XXII JORNADA DE ENSINO DE HISTÓRIA E EDUCAÇÃO DA ANPUH – RS

Entre os dias 07 e 10 de novembro de 2016, na Univates, em Lajeado, ocorreu a XXII Jornada de Ensino de História e Educação da Associação Nacional dos Professores de História (ANPUH), seção Rio Grande do Sul. Trata-se de um evento de tradição, que ocorre há mais de vinte anos ininterrupto. Entre os eventos acadêmicos, talvez seja aquele que mais aproxima os professores de História, não importando a fase de atuação (quer universitária, quer ensino …

Continue lendo…

XIII Encontro Estadual de História da ANPUH-RS – Santa Cruz do Sul

Entre os dias 18 a 21 de julho de 2016, na Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC, ocorreu o XIII Encontro Estadual de História da ANPUH-RS, com o tema: ensino, direitos e democracia. Entre as diversas mesas-redondas que contemplaram a área da educação e do ensino, participei do debate sobre formação de professores com os colegas Mauro Coelho (UFPA) e Hilda de Fraga (UNIPAMPA). Mauro Coelho abordou os currículos das licenciaturas em História …

Continue lendo…

Abertura do ano letivo é notícia no jornal Tradição Regional – Pelotas/RS

A Secretaria Municipal de Educação e Desporto realizou na quinta-feira (18), no Theatro Esperança, o evento de abertura do ano letivo 2016. Com início às 19h, professores de toda a rede municipal e também da estadual e particular estiveram presentes. Na oportunidade, panfletos da campanha de prevenção ao zika vírus foram distribuídos, além de um vídeo institucional reproduzido no início da cerimônia. A presidente do Conselho Municipal de Educação Ana Cristina Rodrigues, convidada para compor …

Continue lendo…

XXI Jornadas de Ensino de História e Educação

Estive presente, entre os dias 26 a 29 de outubro, em Caxias do Sul, na XXI Jornadas de Ensino de História e Educação. A UCS (Universidade de Caxias do Sul) sediou o evento que teve como foco a interculturalidade e a diversidade. Em parceria com a professora e mestra em História, Sherol dos Santos, foi oferecida uma oficina sobre Ensino de África. Mesmo passados quinze anos da lei 10.639, muitos professores e professoras buscam aplicá-la …

Continue lendo…

PARA ALÉM DAS ESCOLAS

Quando soube dos cortes realizados no Ministério de Educação, que já passa dos nove bilhões, minha reação foi igual à de milhares de brasileiros: vergonha e desesperança. Como pode um governo que anuncia em seu slogan “Brasil, Pátria Educadora” tratar a Educação desta maneira? Se a Educação é o caminho para a emancipação social dos indivíduos porque ainda lidamos com tanto desrespeito?          Porém, nem tudo está perdido. Há duas questões que considero fundamental abordar …

Continue lendo…

Entrevista concedida à Rádio Cultura Jaguarão/RS

Sendo o responsável pelos componentes curriculares de Metodologias do Ensino de História e Estágios Supervisionados ministrados pelo curso de História da Universidade Federal do Pampa (campus Jaguarão) tenho me dedicado  a leituras que teorizem e pensem a educação como ato pedagógico e político. Não há como dissociar estes dois termos: vivemos numa sociedade em que política deixou de ser centralizada no topo do Estado. E isso não é de hoje. Michel Foucault, filósofo francês, em …

Continue lendo…

O QUE ESPERAMOS DA PÁTRIA EDUCADORA?

Os slogans na política são um fenômeno antigo. Getúlio Vargas iniciava seus discursos anunciando: Trabalhadores do Brasil! Na época da ditadura, Médice optou pelo “ame-o ou deixe-o”, demonstrando o autoritarismo de seu governo. Mais recentemente, Fernando Henrique Cardoso escolheu a frase “Trabalhando por todo o Brasil”. Lula usou “Brasil, um país de todos” e Dilma caracterizou seu primeiro mandato com “País rico é um país sem pobreza”. A nova logomarca do governo é “Brasil, pátria …

Continue lendo…

A EDUCAÇÃO É POLÍTICA

O projeto de lei 867/2015 do deputado Izalci Ferreira tem dado o que falar. Seu projeto pretende incluir à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional o “Programa Escola Sem Partido”. O objetivo é proibir a doutrinação ideológica nas salas de aula. De forma mais incisiva um grupo auto-intitulado “Dogma” tem defendido abertamente a volta do ensino tradicional às escolas. Isso é preocupante. Principalmente, porque vai contra todo um esforço realizado nas últimas décadas …

Continue lendo…

A EDUCAÇÃO TAMBÉM IRÁ RETROCEDER?

Vivemos tempos difíceis. Tempos de manifestações contundentes, porém vazias de propostas, escondidas atrás de bandeiras e camisetas verde-amarelas. Vivemos tempos de retrocesso: trabalhadores perdem seus direitos e adolescentes são encarcerados ao invés de irem às escolas. Em particular, me assustou um movimento chamado “Dogma” que pede o retorno da educação tradicional às escolas. Sua principal crítica é a ideologização dos escritos de Paulo Freire na educação. A educação tradicional, criticada por Paulo Freire em sua …

Continue lendo…